segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Relembre "A Ponte dos Suspiros"

Autoria: Stela Calderón (pseudônimo de Dias Gomes) 
Direção: Marlos Andreucci 
Período de Exibição: 06/06/1969 - 15/11/1969 
Horário: 21h30 
Nº de capítulos: 144
- A novela foi uma adaptação do romance homônimo de Michel Zevaco. A história era ambientada na cidade de Veneza do século XIV.
No dia do casamento de Leonor Dandolo (Yoná Magalhães), seu noivo Rolando Candiano (Carlos Alberto) é preso, por causa de uma série de intrigas feitas pelo capitão Altieri (Jardel Filho). Outro destaque na trama eram as maldades da vilã Impéria (Arlete Salles). 



Arlete Salles sobre sua personagem:

Ponte dos suspiros, de um autor chamado Michel Zevaco. Era adaptado pelo Dias Gomes, que usou o pseudônimo de Stella Calderón. Ele não queria assinar aquele texto. Eu fiz uma personagem interessantíssima. Ela se arruma muito, era uma rainha poderosa. O nome dela era Impéria. A Yoná Magalhães estava sempre belíssima no vídeo, era uma das mulheres mais lindas que já se viu na televisão brasileira, e ela tinha um cabeleireiro chamado Silvinho, que a preparava para todos os personagens. E a Yoná me deu o Silvinho de presente. Eu não me arrumava na TV Globo. O Silvinho me acordava de manhã cedinho, arrumava meus cabelos, botava pérolas, fazia as maquiagens. Eu nunca fotografei tão bem na minha vida, com aquelas roupas suntuosas e tudo. Era um personagem interessante. Ela tinha uma paixão pelo personagem do Carlos Alberto. A Yoná era a protagonista e eu fazia a antagonista. A novela não foi nenhum estrondo de audiência, acho que o público já dava sinais de cansaço desse gênero de capa-e-espada e já se inquietava por coisas mais próximas da nossa realidade, da nossa história, da nossa cultura. Mas, enquanto chance para mim na televisão, enquanto oportunidade de trabalho, foi maravilhoso, porque era um belo personagem.










Fonte: Memória Globo