sexta-feira, 30 de setembro de 2011

É HOJE: Vilma apresenta seu número no palco do Caldeirão do Huck


Chegou o dia em que Vilma (Arlete Salles) promete brilhar na TV! Já está tudo pronto para sua apresentação no Caldeirão do Huck, onde ela vai tentar recuperar o táxi Modem Express, destruído por bandidos após um assalto. Enquanto Letícia (Tania Khallil) e Carolina (Bianca Salgueiro) não aguentam de tanta ansiedade na plateia, a taxista faz suspense até mesmo para Luciano Huck no camarim e não conta de jeito algum que número irá apresentar. “É uma pequena homenagem, você vai gostar”, ela garante ao apresentador.

Na hora de apresentar o quadro, Luciano afirma: “Vamos receber hoje aqui no Caldeirão uma pessoa muito especial. Ela é mãe, avó e taxista! Uma guerreira que já passou dos 60 anos e continua a mais de cem por hora”. Toda espevitada, Vilma não faz cerimônia para pegar o microfone e logo entra no clima. “Olha só, eu tenho mais de 60 anos sim, não vou negar. Mas quero dizer só uma coisa: lata velha é que faz corrida boa!”, ela afirma, levando todos às gargalhadas.

Luciano anuncia os comerciais, e o mistério sobre o número de Vilma continua. Na volta do intervalo, começa o momento mais esperado do dia. A taxista entra no palco vestida de Angélica, com direito a peruca loira e tudo! Cantando “Vou de táxi”, ela arranca os risos da plateia, até que no final surge a própria mulher do Luciano Huck no palco!
Surpreso, ele dá seu veredicto: “Se até Angélica aprovou sua performance, dou meu braço a torcer. Dona Vilma, a senhora vai de táxi mesmo, e ele está debaixo daquela lona! Chegou o grande momento de rever o Modem Express!”. Quando Luciano tira a lona do carro, dona Vilma quase não se aguenta de tanta emoção. No auge da felicidade da família, o apresentador diz que tem mais um presente. “Caraca! Um notebook irado!”, comemora Carol.


Luciano sugere que Vilma aproveite o computador para mandar notícias da cidade para a equipe de jornalismo, e ela se amarra na ideia. “Gente, eu vou virar uma cinegrafista amadora ao volante! Não tem o Globocop? Pois eu vou ser uma repórter sobre rodas! Não falei? Agora ninguém segura Vilma Moreira, do Jardim Oceânico para o mundo!”, garante a taxista.

Fonte: Fina Estampa