domingo, 13 de junho de 2010

DANIELLE WINITS

Desde a primeira vez que assisti Hairspray, em Nova York, tive a intuição de que algum dia me vestiria de Amber e dançaria juntamente a um coro fantástico aquelas coreografias sensacionais que me fizeram pular da cadeira no teatro.
E hoje aqui estou eu, pronta para entrar em cena e ferver ao ritmo dos anos 60 ao lado dos meus multitalentosos companheiros de cena.
E digo isso de boca cheia, pois o grande protagonista deste espetáculo é o coro composto por esses jovens proficionais, embebidos de preciosismo, que farão o público se emocionar a cada virtuosismo cênico.
Obrigada Sandro, pelo seu amor aos palcos e por sua total dedicação de sempre.
Minha emoção se torna soberana ao ter tido a honra de ser dirigida pelo gênio Miguel Falabella que, com toda sua plenitude artística, escreveu mais uma página de minha história e fez de mim uma atriz mais completa.
         
                                Danielle Winits